0

Bommmmmm dia! Não temas porque Eu sou contigo?❤?

​Sempre que você se sentir sozinha/o no caminho, não se esqueça que eu sou com você.

Não se canse de me pedir para lhe dar, que eu não me canso de dar; não se canse de seguir-me que eu sempre estou para acompanhá-lo; nunca deixá-lo sozinho/a porque eu te amo! Atte: Jesus.
“Não temas porque eu sou contigo não desmaies porque eu sou teu Deus que te fortaleço; sempre te ajudarei, sempre te segurarei com a destra da minha justiça.” Isaías 41:10

facebooktwittergoogle plus

0

Obrigada por teu amor, tua misericórdia que é sem fim.❤??????

Pai, obrigada por esse dia, por essa noite em  que eu pude te cultuar juntamente com teus servos, adoradores de ti.???????

Obrigada por teu amor, tua misericórdia que é sem fim.❤??

Obrigada porque temos a liberdade de te cultuar, te adorar, te honrar.

Adorar é te honrar por tudo que o SENHOR é, e o SENHOR é Santo Santo Santo! DEUS Todo Poderoso!! Senhor dos senhores!??

DEUS TREMENDO!! Aleluia!!!

Abençoe, prospere os Teus filhos mais e mais! Cada dia cresçam em graça e conhecimento de Ti?❤

Toque em seus lábios, toque em suas mãos, em suas pregas vocais, unja com Teu óleo precioso. Abra seus ouvidos musicais pra ouvir cada vez melhor as notas musicais e dessa maneira entoá—las da melhor maneira possível pra Te engrandecer cada vez mais❤?

Em Te nome eu oro e te agradeço, Amémmmmm??

facebooktwittergoogle plus

0

Boa tarde!!​ ? Presente diário — 24 de julho

Leitura Bíblica: Mateus 6.25-34

Lancem sobre ele (Deus) toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês (1Pe 5.7).

Você já ficou afobado ou aborrecido alguma vez na sua vida? Tem passado por momentos de ansiedade ou de algum receio? Com toda certeza, a sua resposta será “sim”. É comum passarmos por momentos de afobamento, aborrecimentos, ansiedade e receios.

Diante disso, outra pergunta é: Por que passamos por tais situações ou momentos? Bem, em geral a ansiedade ocorre porque pensamos não ter uma saída para determinadas circunstâncias. Pois bem, vamos recordar das palavras de nosso Senhor Jesus Cristo na leitura de hoje: ele aponta para a vida despreocupada das aves na natureza. Elas não semeiam, não colhem e não ajuntam em celeiros, mas parece que não têm ansiedade, nem receio de coisa alguma! Se Deus cuida delas, também cuidará de nós, que temos muito mais valor. Além disso, nossa vida se destina a muito mais do que o simples cuidado com a sobrevivência. Como criaturas humanas capazes de pensar, Deus tem para nós ocupações bem superiores às dos animais. Portanto, não precisamos ficar preocupados ou com ansiedades sobre o dia de amanhã ou do futuro incerto. É claro que devemos nos esforçar e fazer o máximo para o nosso bem-estar, mas viver preocupados e ansiosos acabará até prejudicando nossa saúde. A consequência da excessiva ansiedade ou preocupação podem ser doenças psicossomáticas. A isso, a Palavra de Deus ainda acrescenta a recomendação no versículo em destaque. Assim sendo, ao invés de ficarmos preocupados e ansiosos, podemos fazer como o salmista que declarou: “Quando me deito lembro-me de ti; penso em ti durante as vigílias da noite. Porque és a minha ajuda, canto de alegria à sombra de tuas asas” (Sl 63.6-7). – 

Que você possa também cantar de alegria à sombra das asas do Onipotente.

facebooktwittergoogle plus

0

Receba uma palavra de incentivo do Rei Davi. Livro Correndo com os Gigantes – John Maxwell 

• Limitações só nos limitam quando permitimos. Meu pai, meus irmãos e meu líder pensavam que eu não tinha potencial. No entanto, na realidade, tinha o potencial mais maravilhoso de todos, tinha o potencial de Deus. Apesar das reações negativas dos outros, com a ajuda de Deus eu fui capaz de Crescer em minha juventude. Eu nunca esqueci o dia em que Samuel ungiu-me. A partir daquele dia o Espírito do Senhor veio sobre mim com poder. E eu percebi que Deus me deu forças para levantar-me acima das limitações que os outros e a vida nos coloca. Meus amigos, Deus também pode fazer isso por você!

• Não tente ser outra pessoa quando as pessoas te colocam limitações. Quando Saul percebeu que eu iria lutar com Golias, ele tentou fazer com que usasse a sua armadura. Mas eu queria enfrentar o problema como faria, Eu tentei usar a armadura porque me intimidaram, mas é claro que ela não me  servia. Naquele momento eu percebi que Deus não desejava que eu fosse como Saul, ele queria que eu fosse como Eu, Deus nunca lhe pedirá  para que seja igual a alguém, ele quer que você seja você mesmo!
• Quando voçê superar suas limitações, poderá ajudar os outros a fazerem o mesmo. No dia em que enfrentei Golias só pensava em derrota-lo. Nunca imaginei que a minha vitória se converteria  em um  triunfo para Israel. Seus temores e intimidações, foram substituídos por honra e agressividade. Naquele dia eu aprendi minha extraordinária lição de liderança: As pessoas seguem o exemplo de seu líder. Na época eu consegui o que ninguém pensava ser possível  Assim também fez o meu povo!

A oração de Davi por nós:

Senhor,

Ajude meus amigos a serem como você os vê, não como outros acham que devem ser. Que eles possam saber que tudo poderão conquistar contigo e que nada poderão conquista sem o Senhor, ajude-os a superar as limitações que algumas pessoas colocam neles, para que assim consigam ajudar outras pessoas a superar suas limitações. Amém!

facebooktwittergoogle plus

0

Bom dia! ​ENFRENTE A OPOSIÇÃO!


Enquanto você estiver parado, ninguém vai reclamar. Cachorros não latem atrás de carros parados. Mas basta você acelerar – uma vez que você sai da bebedice para sobriedade; desonestidade para integridade; ou letargia para compaixão – saiba que o latido começará. Saiba que será criticado. Saiba que será escarnecido.

Então, como podemos nos preparar? Pedro disse isso: “Não deem uma segunda chance à oposição. Em condições favoráveis ou desfavoráveis, mantenham o coração atento, em adoração a Cristo, Senhor de vocês.” (1 Pedro 3:14-15 MSG).

Ao meditar na vida de Cristo, encontramos força para a nossa vida. Quer ser ousado amanhã? Então ande com Jesus hoje. Fique na Palavra dele. Fique com o povo dele. Fique na presença dele. E quando a perseguição vier, e virá, fique firme. Quem sabe? As pessoas podem descobrir que você esteve com Cristo!

facebooktwittergoogle plus

0

Não Acabou Até que Acabe

wpid-wp-1416965568636.jpeg

Em Jeremias 32:27 Deus diz “Eu sou o Senhor, o Deus de toda a humanidade. Há alguma coisa difícil demais para mim?” Precisamos saber que Deus ainda está no controle. Precisamos saber que nada acabou até que ele diga que acabou. Precisamos saber que as dificuldades e tragédias da vida não são motivo para cair fora.

Corrie ten Boom costumava dizer “Quando o trem passa por um túnel e o nosso mundo fica escuro, você pula para fora? Claro que não. Você fica no seu lugar e confia no motorista para lhe conduzir.” O jeito de lidar com desânimo? A cura para o desapontamento? Volte e leia a história de Deus. Leia de novo e de novo. Lembre-se que você não é a primeira pessoa a chorar. E você não é a primeira pessoa a ser ajudada. Leia a história e lembre-se que a história é sua!

facebooktwittergoogle plus

0

“Uma Reconstrução Radical” — Devocional Diário 11/08/2015 de Max Lucado

ia_mateus5_8

Deus promete uma bênção especial. Um deleite sagrado. Não é um truque para dar arrepios ou uma atitude mental que precisa ser alavancada. Não, Mateus 5 descreve a reconstrução radical por Deus do nosso coração. Observe a sequência das bem-aventuranças. Reconhecemos que estamos carentes – somos pobres em espírito. Daí, nos arrependemos da nossa autossuficiência – nós lamentamos. Paramos de tentar mandar – somos humildes. Somos tão gratos pela presença dEle que ansiamos por mais – temos fome e sede. Perdoamos outros – somos misericordiosos. Mudamos nossa visão – somos puros de coração. Amamos os outros – somos pacificadores. Aguentamos injustiça – somos perseguidos.

Não é nenhuma mudança de atitude qualquer. É a demolição do antigo e a criação do novo. Quanto mais radical a mudança, maior a alegria. E vale todo esforço, pois esta é a alegria de Deus! Uma bênção especial… um deleite sagrado.

facebooktwittergoogle plus

0

Jejum, fome de Deus

jejum

O jejum é uma prática milenar, porém, em desuso na igreja cristã contemporânea. O jejum está presente tanto no Antigo como no Novo Testamento. Os profetas, os apóstolos, Jesus e muitos homens de Deus ao longo da história experimentaram os benefícios espirituais por intermédio do jejum. Os santos de Deus em todos os tempos e em todos os lugares não somente creram no jejum, como também o praticaram. Hoje, porém, são poucos os crentes que jejuam com regularidade e ainda há muitas dúvidas acerca da sua necessidade e de seu funcionamento.

O que é jejum? É a abstenção de alimento por um período definido para um propósito definido. O jejum não é apenas abstinência de alimento. Não é um regime para emagrecer. Ele deve ter propósitos espirituais claros. Jejum é fome de Deus, é saudade do céu. A Bíblia diz que comemos e bebemos para a glória de Deus e também jejuamos para a glória de Deus (1Co 10.31). Se comemos para a glória de Deus e jejuamos para a glória de Deus, qual é a diferença entre comer e jejuar? Quando jejuamos nos alimentamos do pão da terra, símbolo do Pão do céu; mas quando jejuamos não nos alimentamos do símbolo, mas da essência, ou seja, nos alimentamos do próprio Pão do céu. Jejuar é amar a realidade acima do emblema. O alimento é bom, mas Deus é melhor (Mt 4.4; Jo 4.32). A comunhão com Deus deve ser a nossa mais urgente e apetitosa refeição. Nós glorificamos a Deus quando o preferimos acima dos seus dons.

O maior obstáculo para o jejum não são as coisas más, mas as coisas boas. Nem sempre nos afastamos de Deus por coisas pecaminosas em si mesmas. Os mais mortíferos apetites não são pelos venenos do mal, mas pelos simples prazeres da terra, os deleites da vida (Lc 8.14; Mc 4.19). “Os prazeres desta vida” e “os desejos por outras coisas” não são um mal em si mesmos. Não são vícios. São dons de Deus. No entanto, todas elas podem tornar-se substitutos mortíferos do próprio Deus em nossa vida. Jesus disse que antes de sua volta as pessoas estarão vivendo desatentas como a geração que pereceu no dilúvio. E o que elas estavam fazendo? Comendo e bebendo, casando-se e dando-se em casamento (Mt 24.37-39). Que mal há em comer e beber, casar e dar-se em casamento? Nenhum! Mas quando nos deleitamos nas coisas boas e substituímos Deus pelas dádivas de Deus estamos em grande perigo. O jejum não é fome de coisas boas; o jejum é fome de Deus. O jejum não é fome de coisas que Deus dá; o jejum é fome do Deus doador. Nossa geração corre atrás das bênçãos de Deus em vez de buscar o Deus das bênçãos. Deus é melhor do que suas dádivas. O abençoador é melhor do que a bênção.

O propósito do jejum não é obter o favor de Deus ou mudar a sua vontade (Is 58.1-12). Tampouco impressionar os outros com uma espiritualidade farisaica (Mc 2.16-18). Nem é para proclamar a nossa própria espiritualidade diante dos homens. Jejum significa amor a Deus. Jejuar para ser admirado pelos homens é ter uma motivação errada. Jejum é fome do próprio Deus e não por aplausos humanos (Lc 18.12). É para nos humilharmos diante de Deus (Dn 10.1-12), para suplicarmos a sua ajuda (2Cr 20.3; Ed 4.16) e para voltarmo-nos para Deus com todo o nosso coração (Jl 2.12,13). É para reconhecermos a nossa total dependência divina (Ed 8.21-23). O jejum é um instrumento para fortalecer-nos com poder divino, em face dos ataques do inferno (Mc 9.28,29).

É tempo da igreja jejuar! É tempo da igreja voltar-se para Deus de todo o seu coração, com jejuns e com pranto. É tempo de buscar um reavivamento verdadeiro que traga fome de Deus em nossas entranhas, que traga anseio por um profundo despertamento da realidade de Deus em nossa igreja, em nossa cidade, em nossa nação!

::Hernandes Dias Lopes

facebooktwittergoogle plus